Scott Ian fala sobre a saída de Dan Nelson

77_lComo continua a polêmica sobre a separação entre o Anthrax e vocalista Dan Nelson, as grandes questões continuam: o cantor foi demitido – como ele alega? Ou ele se demitiu – como a banda insiste em dizer? Além disso, ele estava tão doente que a banda teve de cancelar datas planejadas em sua tour européia? Ou foi algo completamente mais cínico, como o próprio Nelson comentou publicamente? Em uma entrevista exclusiva com a Metal Hammer, Scott Ian disse:

“Reforçamos cada palavra na nossa declaração oficial. Pois o que todos nós temos feito é tornar público exatamente o que Dan nos disse. Ele certamente não foi demitido – ele saiu da banda, e que aceite a sua demissão. Quanto aos comentários sobre ser apto a cair na estrada, e que cancelamos a tour por outras razões … desde que Charlie (Benante, bateria) juntou-se a nós em 1983, tivemos apenas um show cancelado. Isso foi em 1987 em Düsseldorf, quando Charlie estava tendo uma febre muito alta, e tivemos que levá-lo para Londres para tratamento. Quando não pegamos o avião para ir para a Suécia recentemente, para começar a nossa tour na Europa, isso foi contra todas as moléculas do meu corpo, e o mesmo vale para o resto da banda.
Estando numa banda, aprendi há muito tempo que, nestas situações, é sempre melhor dizer a verdade, se você mentir, ela volta a morder-lhe no rabo. É por isso que fomos cuidadosos em cada passo para colocar as coisas exatamente da maneira que Dan disse para nós. Por que é que mudou a história dele agora? Só posso assumir que é para salvar sua própria pele, e para evitar ser visto como o mau da história. Não posso dizer que a culpa é dele. Mas temos sido completamente verdadeiros.”

Ed Trunk, um DJ da New Radio e um velho amigo da banda, afirmou um par de dias atrás que quem viu o Anthrax tocar no Rocklahoma Festival, em 9 de julho, não pôde deixar de notar atritos no palco entre a banda e Nelson. Ian é obrigado a concordar com esta análise.

“Ed tem sido um amigo nosso há 25 anos, existem poucas pessoas mais próximas ao Anthrax do que ele. Então, quando ele diz que ele detectou problemas … bem, não posso negar. De fato, as coisas eram estranhas entre Dan e nós desde dezembro. Gostaria de dizer muito mais, e vou logo que for capaz, mas agora, eu só não posso entrar em qualquer outro detalhe.”

Com a exceção de um show, a banda já adiou todos os seus compromissos europeus, e também no verão americano, na turnê planejada com Slipknot e The Black Dahlia Murder. A única remanescente é a data no Sonisphere Festival de Knebworth Park, em 1º agosto. Para este evento, o Anthrax será auxiliado por John Bush, o vocalista que passou 12 anos com eles a partir de 1992, no que está sendo dito como um performance única e exclusiva.

“Nós estávamos preparados para fazer o Wacken Festival na Alemanha no dia anterior (ao Sonisphere) , mas a programação não deu certo. Visto que John teve que mudar um monte de coisas na sua vida para tocar no Sonisphere, e estamos muito gratos a ele por isso. Ele foi o primeiro cara chamado quando a coisa toda deu errado com Dan. E todos nós estamos maravilhados que ele possa fazer esse show – vai ser muito divertido. Obviamente, o nosso setlist deverá ser diferente da que tinha trabalhado com o Dan. Vai ser mais orientada para a era Bush, embora ainda concentrando nas nossas canções mais populares. Isso é o que o público espera.”

Então, no fundo sua mente, Ian espera que este show poderia conduzir a algo mais permanente com Bush?

“Não é no fundo da minha mente – é logo na frente dela. Quando o nosso reencontro com Joe Belladonna e Dan Spitz terminou em 2007, nós (Ian, Benante e o baixista Frank Bello) queríamos tanto John e o (guitarrista) Rob Caggiano de volta. Bem, retornou Rob, mas não John. Agora, porém, temos o Sonisphere em frente com ele. Adoro trabalhar com o John, e sei que falo em nome de todos os envolvidos com o Anthrax – a banda e os fãs – quando digo que a melhor coisa para nós que isso se transforme em uma relação de longo prazo. Mas eu não quero me apressar. Vamos ver como as coisas ocorrem no Sonisphere, daí conversaremos.”

Anthrax, naturalmente, tem um novo álbum praticamente concluído e pronto para sair. Ou, pelo menos eles tinham. Worship Music  sairia no final do mês de Outubro pela Nuclear Blast. Mas agora, tudo está de volta no caldeirão.

“Até termos um novo vocalista, não posso dizer o que acontecerá com o disco. Nós provavelmente iremos alterar algumas coisas nele, incluindo os vocais. No entanto, nada foi decidido, esperamos que o lançamento será, possivelmente, para o próximo ano.Tudo o que posso dizer para concluir é que está sendo um momento muito interessante para estar no Anthrax!”

O Sonisphere será encabeçado pelo Metallica e Linkin Park e será no dias 1º e 2 de agosto em Knebworth. Ainda no festival, apresentações do Heaven & Hell, Nine Inch Nails, Bullet For My Valentine, Avenged Sevenfold, Lamb Of God, Alice In Chains, Mastodon, Anthrax, Airborne, Corey Taylor e Killing Joke.

Traduzido da Metal Hammer

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Anthrax, Dan Nelson, John Bush, Scott Ian, Tour

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s